Cursos

alegria

 

São várias as motivações que podem levar a que alguém decida iniciar-se no caminho do Reiki. Acima de tudo, importa que tenha a noção do passo que está a dar e que o encare com a responsabilidade de quem quer aprofundar a via do autoconhecimento. Porque é sobretudo de (re)descoberta e equilíbrio interior que o Reiki trata.

  

A formação é composta pelos seguintes níveis:

 

Nível I -Shoden –  O DESPERTAR

O iniciado aprende a tratar de si mesmo, lançando-se num processo de redescoberta interior, de transformação. É um nível focado sobretudo na parte física, ainda que também a componente emocional possa apresentar evoluções. A prática realiza-se através da imposição das mãos, directamente no próprio corpo ou no de outra pessoa.

 

Nível II – Okuden – A TRANSFORMAÇÃO

A iniciação no segundo nível de Reiki aumenta o potencial de cura, concentrando-se especialmente nas dimensões emocional e mental. É natural que o iniciado recorde situações passadas, sentimentos recalcados ou emoções contidas. Estas lembranças surgem com o intuito de se perceber o que deve ser tratado e ultrapassado. A prática de Reiki pode também ser feita à distância, usando símbolos que o potenciam.

 

Nível III – Shinpiden – A REALIZAÇÃO

Este é o grau de Mestre. Foca-se principalmente na cura espiritual e a capacidade de canalizar energia é aumentada. É ensinado o último símbolo de Reiki, o símbolo de Mestre.

 

NÍVEL III B – Gokukaiden – PASSAGEM DE CONHECIMENTO SECRETO

Completa-se neste nível o ciclo de formação de Reiki e o aluno aprende a ensinar. Para finalizar o Gokukaiden o aluno deve apresentar uma monografia sobre todo o seu percurso desde que se iniciou na prática do Reiki. A divisão do nível III de Reiki em duas etapas justifica-se dada a complexidade e exigência que envolve a Realização subjacente ao Shinpiden.

 

Cada um dos níveis de formação deve ser feito com calma, sem pressas de chegar. Porque a meta está bem dentro de cada um de nós. E só quando estivermos preparados para lá chegar, fará sentido. Portanto, a cadência da aprendizagem deve respeitar o ritmo interior de cada um. Todas as dimensões da pessoa – física, emocional, mental e espiritual – devem adequar-se à evolução que se vai registando até que se sinta o ímpeto para avançar e dar o passo seguinte.

 

PRÓXIMOS CURSOS:

Ver calendário BeYouReiki

 

Para mais informações, envie e-mail para beyou.reiki@gmail.com

Sobre o autor:

Terapeuta e mestre de Reiki, concilia com a atividade de jornalista e produtora de conteúdos. Elemento dos Órgãos Sociais da Associação Portuguesa de Reiki nos biénios 2012-2014 e 2014-2016

Andreia Vieira – que escreveu artigos no BeYou Reiki.

Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *