Só por hoje, trabalho honestamente

JAP_trabalho

O quarto princípio do Reiki é consensual na sua aplicação, mas polémico na tradução. Controvérsias à  parte, o Mestre Mikao Usui propôs-nos uma reflexão sobre a forma como encaramos o trabalho diário. Não só o trabalho que nos sustenta, como sobretudo aquele que nos permite ir mais além no nosso caminho interior.

 

“Só por hoje, trabalho honestamente” (ou “arduamente” conforme algumas traduções) é o princípio que nos leva a meditar na forma como enfrentamos o nosso trabalho. A honestidade, aqui, aplica-se às questões óbvias relacionadas com a ética, a deontologia profissional, o empenho, o bom senso e a justiça, entre outros. Mas também nos remete para a maneira como olhamos para o trabalho que nos cabe desempenhar. Haverá honestidade intrínseca, isto é, trabalhamos de coração? Quando estamos a trabalhar, será que damos tudo o que podemos, quando podemos, para alcançarmos os objetivos a que nos propusemos? Estamos a ser honestos connosco próprios quando realizamos determinadas tarefas? Queremos fazê-las? Estas são apenas algumas das questões suscitadas pelo quarto princípio do Reiki.

 

 “O homem é trabalhador. Se não é isto então não é nada.”

Joseph Conrad

 

Trabalho interior

Acredita-se que o “trabalho” a que o Mestre Mikao Usui se referia neste princípio é sobretudo aquele que todos devemos desenvolver numa via introspetiva, de caminho interior. É o trabalho diário e contínuo de perscrutar dentro de nós. Porque só com muito trabalho conseguimos progredir, crescer e evoluir.

Não devemos esperar milagres nem magias. O caminho do Reiki faz-se com muito trabalho assente no Eu, numa análise diária ao que somos, fazemos, sentimos e dizemos. Em suma, faz-se passando em revista o passado para aprendermos com o vivido e, depois, avançarmos para o futuro, confiantes num presente que é de trabalho.

 

Kyo dake wa

Gyo wo hageme

Só por hoje, trabalho honestamente

 

Poema 84

“Trabalha independentemente do que fizeres.

O tempo voa como uma flecha.”

Imperador Meiji

 

Reflexões sobre os Princípios do Reiki:

Só por hoje, sou calmo

Só por hoje, confio

Só por hoje, sou grato

Só por hoje, sou bondoso

 

[Foto: Paulo M. Morais – Quioto, Japão]

 

 

Sobre o autor:

Terapeuta e mestre de Reiki, concilia com a atividade de jornalista e produtora de conteúdos. Elemento dos Órgãos Sociais da Associação Portuguesa de Reiki nos biénios 2012-2014 e 2014-2016

Andreia Vieira – que escreveu artigos no BeYou Reiki.

Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *